OU
Ver todas as unidades

Você conhece a importância do Pilates para o diabético?

Você tem diabetes? Conheça os benefícios que a prática do Pilates pode oferecer para pacientes diabéticos, tanto no tocante à prevenção quanto no controle da doença.

diabetes-PilatesO que é a Diabetes Mellitus?

É caracterizada, basicamente, pela condição de elevação do grau de glicose no sangue, chamada de hiperglicemia. A diabetes está associada a desordens ocorridas na secreção ou mesmo na ação de um hormônio produzido pelo pâncreas, a insulina. Esse hormônio é indispensável para a atividade celular, uma vez que atua favorecendo a entrada de glicose para as células do organismo. Quando existe uma ausência ou deficiência na produção da insulina, a glicose tende a se acumular no sangue, não sendo aproveitada para as diversas atividades celulares em forma de energia e gerando, consequentemente, o quadro de hiperglicemia ao paciente.

Os benefícios dos exercícios físicos para o diabético

A atividade física é uma grande aliada do paciente com diabetes, mas vale ressaltar que é muito importante observar o tipo de exercício mais indicado e a intensidade adequada do mesmo. O primeiro e indispensável passo é submeter o paciente a uma avaliação criteriosa, antes de iniciar qualquer atividade. A seguir, o paciente será direcionado à prática de exercícios físicos específicos, de acordo com suas necessidades e limitações. Mas de forma geral, exercícios que promovam excessiva tensão são sempre evitados, uma vez que podem contribuir para aumentar o nível de açúcar no sangue. O Pilates, em especial, trabalha com um repertório de exercícios leves (de baixo impacto) que não oferece desgaste físico ao praticante. Cada movimento realizado é totalmente personalizado para atender ao quadro de necessidades e limites do paciente.

Veja os principais benefícios do Pilates ao paciente com diabetes:

Os exercícios ajudam a melhorar a combustão da glicose, alterando a forma com a qual o corpo reage a insulina;
– Melhora a saúde do paciente, reduzindo o nível de estresse;
– Diminui os riscos de problemas no coração, muito comum em pessoas portadoras da diabetes;
– Promove uma melhora da circulação arterial e da função intestinal;
– Aumenta a energia e estabiliza o emocional.
Lembrando que além dos exercícios (supervisionados), o paciente com diabetes deve seguir rigorosamente a dieta orientada pelo especialista e as demais recomendações médicas para o seu quadro.
Assista ao nosso vídeo institucional e agende uma aula experimental:

aula-experimental-pilates