OU
Ver todas as unidades

Quem tem pressão alta pode fazer Pilates?

pressao-alta-pilatesJá é comprovado cientificamente que a atividade física promove diferentes efeitos benéficos sobre a frequência cardíaca e a pressão arterial do indivíduo, principalmente, caminhadas ou natação. Mas será que durante a realização de um exercício de Pilates a pressão arterial se comporta de modo positivo?
O Pilates é uma técnica de baixo impacto que proporciona força, flexibilidade e disposição ao praticante, dentre outros benefícios. Para o aluno hipertenso, a prática regular de Pilates é altamente indicada com resultados garantidos ao corpo e à mente sem prejudicar a saúde.
O método trabalha com poucas repetições de cada exercício sem estimular o desgaste físico e trabalha bastante com a respiração, ajudando no relaxamento muscular e no alívio de tensões, o que difere o Pilates de outras modalidades de atividades físicas (que não priorizam o trabalho respiratório).
Leia: Respiração – um dos princípios do Pilates
O profissional acompanhante aplica um programa personalizado ao aluno, de modo a favorecer as suas necessidades e não desrespeitar os seus limites. Nenhuma aula é igual, pois o Pilates conta com um grande repertório de exercícios que ajuda a dinamizar os movimentos realizados no stúdio. Seja em equipamentos, no solo ou com acessórios, a técnica garante exercícios de baixa intensidade, nos quais não se verifica uma elevação significativa da pressão arterial.
Leia: Saiba como o Pilates pode auxiliar na hipertensão
Além de não prejudicar a saúde dos hipertensos, o Pilates garante diversos benefícios ao praticante. Mas é importante adotar alguns cuidados durante a prática da técnica:
– Não realize movimentos em posturas invertidas (de cabeça para baixo);
– Evite manter as pernas em posição elevada e estática durante longos períodos;
– Tenha cuidado com as mudanças bruscas de posições;
– Caso perceba alguns sintomas como: dor de cabeça, tonturas, dificuldades para respirar, enjoos ou cansaço, comunique ao professor, imediatamente;
– Monitore, junto ao profissional acompanhante, a sua pressão antes e depois da aula para garantir a realização dos exercícios de forma mais segura;
– Respeite seu próprio ritmo. Você não deve forçar uma posição ou a frequência respiratória para “avançar” nos níveis dos exercícios. Ultrapassar seus limites pode resultar, neste caso, em danos maiores à saúde.

 
aula-experimental
 
 

O diferencial do Instituto Pilates
O Instituto Pilates trabalha auxiliando no pós tratamento de problemas como dor lombar, dor cervical, discopatia degenerativa e até mesmo hérnia de disco, através da conscientização da contração dos músculos que protegem a coluna vertebral evitando, assim, novos episódios de dor nas costas e garantindo uma melhor qualidade de vida.

Os benefícios do Pilates são inúmeros, entretanto é importante que o paciente esteja sempre atento ao profissional que irá acompanhá-lo, se este tem domínio sobre o assunto e se está sempre orientando no que diz respeito à qualidade e execução dos movimentos durante o atendimento, mantendo sempre um cuidado com a coluna do paciente. Por isso, o Instituto Pilates mantém sua qualidade oferecendo profissionais qualificados e bem preparados para receber pacientes oriundos dos diversos tratamentos para a coluna vertebral.

end-studios