OU
Ver todas as unidades

O Pilates no pós-parto

 
pilates-pós-partoQuando uma mulher engravida é inevitável que tudo ao redor sofra uma transformação, sua casa, sua família, seu próprio casamento e sua rotina diária, em geral. Mas, certamente, as principais mudanças ocorrem no corpo e na mente dessa futura mamãe.
Confira as principais mudanças decorrentes da gestação:
– Menstruação: normalmente, a mulher volta a menstruar de quatro a seis meses após o parto. Mas em alguns casos, a mulher só volta a menstruar depois que para de amamentar.
– Útero: cresce 50 vezes o seu tamanho normal. Após o parto, o útero começa a se contrair, retomando seu tamanho original aos poucos (o que pode gerar cólicas, especialmente, durante a amamentação).
– Vagina: o desequilíbrio hormonal provoca dores na região da vagina e do períneo. Durante algum tempo, esse desconforto é normal e também pode vim acompanhado de uma deficiência de lubrificação, em virtude da amamentação.
– Flacidez: a hiperdistensão da parede abdominal provoca a flacidez na barriga logo após o nascimento do bebê. É importante também considerar que, nos seis, a flacidez é decorrente do próprio período gestacional e não da amamentação.
– Peso: no momento do parto, o peso da mulher reduz, em média, 6 quilos (que correspondem, exatamente, ao peso do bebê, líquido amniótico, placenta e sangramentos). Posteriormente, a amamentação também ajudará na perda de peso.
– Emoções e raciocínio: é natural que, nesta fase, as novas responsabilidades gerem algumas inseguranças, receios e dúvidas na vida da nova mamãe. Além disso, as preocupações comuns à nova etapa e as poucas horas de descanso e sono, podem comprometer também a memória da mulher.

A importância do Pilates no pós-parto

Os exercícios de Pilates ajudam a mulher a recuperar sua forma anterior à gravidez mais facilmente. A técnica age na tonificação do abdômen e na recuperação do assoalho pélvico (região responsável pela sustentação dos órgãos do sistema reprodutor), viabilizando o fortalecimento muscular (e, consequentemente, o controle da flacidez) e uma rápida cicatrização.
Somada a uma alimentação saudável, a técnica do Pilates ajuda na recuperação do peso da mamãe. Sem contar que é uma prática de exercícios suaves, sem extremo desgaste físico, essencial para a mulher que acaba de entrar em uma nova fase que exige cuidados iniciais.
Através do Pilates, a mãe passa a conhecer melhor o seu corpo, o que pode e o que não deve fazer nessa fase, além de ganhar confiança e auto-estima. Os membros superiores e inferiores bem como os músculos da coluna são fortalecidos por meio de exercícios específicos, condição importante para a mãe que vai carregar bastante o seu bebê e realizar outras atividades que exigem esforço.
O ganho de consciência corporal favorece, inclusive, na hora de amamentar. A mulher que aprende a corrigir seus vícios posturais e conhece melhor os limites e condições do seu corpo, consegue realizar quaisquer atividades sem afetar a saúde de sua coluna e do corpo, em geral.
Leia também:
Pilates para uma gravidez saudável
Como voltar à forma após o parto
Benefícios do Pilates para mamãe e bebê

 
aula-experimental
 
 

O diferencial do Instituto Pilates
O Instituto Pilates trabalha auxiliando no pós tratamento de problemas como dor lombar, dor cervical, discopatia degenerativa e até mesmo hérnia de disco, através da conscientização da contração dos músculos que protegem a coluna vertebral evitando, assim, novos episódios de dor nas costas e garantindo uma melhor qualidade de vida.

Os benefícios do Pilates são inúmeros, entretanto é importante que o paciente esteja sempre atento ao profissional que irá acompanhá-lo, se este tem domínio sobre o assunto e se está sempre orientando no que diz respeito à qualidade e execução dos movimentos durante o atendimento, mantendo sempre um cuidado com a coluna do paciente. Por isso, o Instituto Pilates mantém sua qualidade oferecendo profissionais qualificados e bem preparados para receber pacientes oriundos dos diversos tratamentos para a coluna vertebral.

end-studios