OU
Ver todas as unidades

Pilates ameniza cólicas menstruais

cólicas-menstruais-PilatesQual mulher nunca sofreu, pelo menos uma vez, com as terríveis cólicas menstruais? Às vezes, nem os mais diferentes tipos de remédios que o mercado oferece aliviam as dores.
Você sabia que o Pilates pode ser um valioso analgésico natural para “aqueles dias” em que você fica vulnerável? Isso porque o Pilates proporciona alívio das dores no período menstrual. Dessa forma, a técnica é uma excelente alternativa para quem deseja se livrar dos incômodos característicos e já provou ter eficácia contra dores no ventre, náuseas, cefaléia, cansaço e diarreia.

O Pilates no período menstrual

O Pilates melhora o funcionamento dos órgãos pélvicos e extra pélvicos, tais como a bexiga urinária, as trompas, útero e intestinos, melhorando o equilíbrio hidroeletrolítico (fluidez entre os líquidos corporais) e as condições hemodinâmicas (fluxo sanguíneo). Porém, os exercícios devem ser menos intensos enquanto estiver no período menstrual e a mulher deve procurar controlar ainda mais a respiração para conseguir diminuir as tensões que potencializam as cólicas menstruais.
Respiração: um dos princípios do Pilates
O fenômeno que causa o bem estar pela realização de Pilates é chamado analgesia por exercício físico. É eficaz, pois trabalha força, alongamento e flexibilidade, além de ter o abdômen como centro de força. Devido ao efeito relaxante do Pilates, a prática também diminui os efeitos psicológicos da TPM, como tensão, nervosismo, ansiedade, tristeza, fadiga, entre outros sentimentos. Dessa forma, todas as dores são amenizadas com os movimentos e o controle respiratório.
Se você já utilizou todos os tipos de medicamentos e não obteve melhoras significativas, saiba que é possível ter um ciclo menstrual mais agradável com a prática do Pilates, um poderoso aliado!

Pilates seguro no Instituto Pilates

Durante os atendimentos em nossos stúdios dispomos de equipamentos seguros e personalizados (ajustáveis e regulados através de molas, para dificultar ou facilitar os exercícios e, em cada um deles, tornar possível a realização de exercícios variados, respeitando, assim, a necessidade e limitação de cada indivíduo), o solo e a bola, além de diversos acessórios para tornar a aula mais interessante e dinâmica. Os exercícios são executados de forma lenta, com uma média de dez repetições cada e um profissional atende a, no mínimo, dois alunos, simultaneamente.
Leia também:
Pilates e o assoalho pélvico
O poder do Pilates para as mulheres
Assista ao nosso vídeo institucional e agende uma aula experimental:

aula-experimental-pilates