OU
Ver todas as unidades

Desvios posturais: como o Pilates atua?

Também chamada de espinha dorsal, a coluna vertebral se articula superiormente com o crânio e inferiormente com o osso do quadril (ilíaco) e é dividida em quatro regiões: cervical (com 7 vértebras); torácica (com 12 vértebras); lombar (com 5 vértebras) e sacro-coccígea (com 4 vértebras).

desvios-posturais-pilates-corrigeQual a função da coluna vertebral?

Em sua estrutura, a coluna vertebral apresenta curvaturas consideradas fisiológicas, a saber: Lordose/cervical (convexa ventralmente); Cifose/torácica (côncava ventralmente); Lordose/lombar (convexa ventralmente); Cifose/pélvica (côncava ventralmente).
Dentre as principais funções inerentes à coluna, podemos mencionar o suporte do peso do corpo; a proteção da medula espinhal e dos nervos espinhais; a promoção de maior flexibilidade ao corpo e também o papel fundamental na locomoção e na postura.

E quando surgem os desvios posturais?

Se você não adota uma postura correta no dia a dia, quer seja em casa, no trabalho, no lazer ou durante a prática de atividades como dirigir é bem provável que o mau hábito seja responsável pelo surgimento de desvios anormais na coluna: acentuando as curvas (normais) já existentes, gerando a hiperlordose ou a hipercifose, por exemplo ou tornando as curvaturas pouco evidenciadas, neste caso a coluna é reta).
Os desvios posturais, por sua vez, podem levar ao uso incorreto de outras articulações, como ombros, braços, quadris, joelhos e pés. Isso ocorre porque diante do desequilíbrio postural o corpo buscará, naturalmente, compensações a fim de manter o indivíduo em equilíbrio (o que, normalmente, também pode causar enrijecimento e encurtamento dos músculos). Além disso, os desvios posturais poderão acarretar, com o passar do tempo, pressão entre as vértebras, gerando as famosas dores nas costas.

Como o Pilates auxilia o paciente com desvios posturais?

O Pilates apresenta um programa de exercícios específicos que ajudam a fortalecer e estabilizar o alinhamento corporal. A técnica está focada no fortalecimento da musculatura abdominal que, uma vez tonificada, reduz o sobrecarregamento da coluna. Com a prática, o aluno alcança músculos fortes e flexíveis, conservando as articulações livres de sobrecarga.
O Pilates pode ser considerado uma técnica de reeducação do movimento que enfatiza o reequilíbrio muscula sempre preservando a segurança e efetividade dos movimentos (todos os exercícios são realizados com uma atenção cuidadosa à postura). RESULTADOS: O Pilates corrige a postura, alivia dores, evita a progressão dos desvios posturais e previne lesões.
Você também vai gostar de ler:

A Arte de Pilatear
Como você cuida da sua coluna?
O Pilates clínico

Assista ao nosso vídeo institucional e agende uma aula experimental:

aula-experimental-pilates