OU
Ver todas as unidades

4 cuidados que você deve ter durante a aula de Pilates

cuidados-aula-pilatesNormalmente, as pessoas que entram em contato com o Pilates durante uma aula experimental, logo manifestam bastante interesse em dar continuidade a prática. O método, de fato, proporciona muitos benefícios aos praticantes de qualquer idade, mas é importante estar atento a alguns cuidados para que os efeitos proporcionados pelos exercícios sejam, realmente, eficazes. Listamos 4 cuidados que fazem toda a diferença:
1 – Não converse! Um dos princípios do Pilates se baseia na concentração, o aluno deve manter toda a sua atenção voltada para o exercício que está realizando. Dessa forma, conversar com outro aluno no stúdio ou por telefone durante a aula, por exemplo, acaba dispersando a atenção do praticante e, sem perceber, seu foco não mais estará na execução correta dos exercícios nem no desempenho do próprio corpo.
2 – Não se compare aos demais alunos! De repente, você pode perceber que o seu repertório de exercícios parece mais leve ou mais “fácil” do que o de outro aluno, mesmo possuindo o mesmo tempo de prática (e o inverso também pode ocorrer). É importante que você saiba: cada pessoa tem um ritmo próprio. O profissional acompanhante trabalha com cada aluno de maneira individualizada, indicando exercícios e orientando sobre a execução de acordo com as necessidades de cada um. Você deve respeitar sua condição e suas limitações, assim como o professor que modifica o repertório de exercícios de acordo com sua evolução natural, sem comprometer a sua saúde. A obtenção dos benefícios com a prática também é individual: alguns alunos percebem os efeitos em menos tempo, outros necessitam de um tempo maior. Mas, em geral, o Pilates oferece resultados satisfatórios a todos os públicos.
3 – Não faça nenhum movimento por conta própria! Se o professor indica determinado exercício com específica repetição, o aluno deve obedecer de maneira rigorosa. Lembre-se: o profissional está habilitado para atender de maneira personalizada a cada aluno e após a avaliação detalhada que ele realiza antes de dar início às aulas, o atendimento se torna ainda mais direcionado às necessidades de cada praticante. Algumas pessoas também começam a praticar o método em casa, considerando já entender bem os movimentos quando estes não requerem o uso de aparelhos (o chamado Pilates Solo), mas é importante destacar que a supervisão do profissional é imprescindível, sobretudo para a correção adequada da postura durante os movimentos.
4 – Não leve pensamentos negativos para a aula! Você deve esvaziar sua mente de todas as preocupações do dia a dia, voltando-se inteiramente à aula, ao momento presente e se concentrando na integração que ocorre entre o corpo e a mente durante a execução dos exercícios.
Você também vai gostar de ler:
Qual o melhor Pilates: solo ou em aparelhos?
Quais suas dúvidas sobre Pilates?
O ambiente do stúdio de Pilates
Assista ao nosso vídeo institucional e agende uma aula experimental:
https://www.youtube.com/watch?v=Q1MMfxwGLaU
aula-experimental-pilates